CPCJ da Maia: 25 anos a proteger crianças e jovens

A Comissão de Proteção de Crianças e Jovens da Maia (CPCJ-Maia) completa hoje 25 anos de existência. Desde 1996, esta instituição oficial não judiciária, com autonomia funcional, promove os direitos das crianças e jovens do concelho, prevenindo ou terminando situações que possam afetar a sua segurança, saúde, formação, educação ou desenvolvimento integral.  

Em comunicado, ao assinalar a efeméride, o presidente da CPCJ da Maia sublinhou que “foram muitas as crianças a beneficiar” da intervenção da CPCJ, asseverando que “muitos deles se revelaram de absoluto êxito”. António Lopes Marinho saudou ainda várias instituições que integram e suportam a existência da CPCJ da Maia, nomeadamente a autarquia, os órgãos de polícia local e as associações de pais maiatas, que “por via da respetiva federação”, FAPEMAIA, tem concedido “elevado contributo” à Comissão. O presidente terminou o seu agradecimento enaltecendo as crianças e jovens da Maia, num “especial tributo aos atores principais” da intervenção da CPCJ, “pela sua resiliência e vontade de serem aquilo para que nasceram, os Homens de amanhã”.  

Também pode interessar-lhe